Após denúncia MP irá apurar descumprimento de protocolo na vacinação contra a Covid-19 em Cataguases

Vereador Rafael Moreira solicitou nome das pessoas que foram vacinadas, mas não foi atendido A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Cataguases, por meio da Promotora de Justiça Amanda Merlini Dutra Osipe, instaurou procedimento para apurar eventual descumprimento dos Planos Nacional e Estadual de Vacinação contra a Covid-19, pelo Município de Cataguases nesta sexta-feira (22). Conforme Nota Pública daquela procuradoria, enviada para a redação do Site Mídia Mineira, o objetivo de tal procedimento será apurar se pessoas que não se enquadram no grupo prioritário eleito pelas autoridades  sanitárias foram beneficiadas com a imunização. Confira a nota na íntegra no final da matéria. A administração terá 24 horas para enviar os seguintes documentos: Encaminhar a relação de pessoas que já foram ou serão imunizadas, indicando o nome completo e qual o grupo prioritário pertence; Informar quantas doses foram destinadas a cada grupo prioritário; Explicar se foi possível vacinar todos os idosos

Confira a situação da Covid-19 em Cataguases e região

A Secretaria Municipal de Saúde de Cataguases confirmou na tarde desta quarta-feira (13), o aumento de mais um caso confirmado de coronavírus na cidade. Conforme a nota, a cidade conta hoje 11 casos confirmados, destes, 8 estão curados, 2 vieram a óbito e 1 encontra-se hospitalizado no Hospital de Cataguases com quadro estável.

A coleta que deu positivo nesta quarta-feira é de um homem, de 47 anos, que realizou o teste rápido particular.  Segundo a pasta, algumas pessoas estão realizando o teste rápido por conta própria por exigência das empresas em que trabalham ou por terem tido contato com algum caso confirmado.

Os casos suspeitos somam 28, desses, 3 estão internados e fizeram o exame, 4 estão em isolamento domiciliar e também fizeram exame e 21 estão em isolamento, mas não fizeram o exame porque não se enquadram nos critérios da Secretaria de Estado de Saúde para realização do exame. 

Os casos em investigação estão sendo avaliados pela Funed, único laboratório do SUS em Minas Gerais que está realizando testes de covid-19.

A pasta também ressaltou que segue as normas técnicas da Secretaria de Estado de Saúde, nas quais apenas os casos graves de síndrome respiratória aguda grave têm as amostras analisadas. Entretanto, em todos os casos, com ou sem coleta de material, os cuidados estão sendo tomados pela Secretaria Municipal de Saúde como se fossem um caso positivo.

Região

Na região, Muriaé anunciou que os casos confirmados chegaram a 53. Entre os casos confirmados, 36 pacientes ainda estão ativos, 16 já estão recuperados e uma pessoa veio a óbito.

Em Leopoldina, são 10 casos confirmados, com 5 pacientes já curados, 4 ainda em isolamento domiciliar e 1 óbito.

Ubá possui 31 casos confirmados, 7 pacientes suspeitos que realizaram exames e 122 monitorados, com sintomas leves de sindrome gripal. O município não tem óbito por Covid-19.

Todos os dados são das Secretarias Municipais de cada cidade e por isso diferem dos dados da Secretaria de Estado de Saúde, que se encontra atrasado em relação aos municípios e por isso, apresenta menos casos.

Com informações das prefeituras de Cataguases, Muriaé, Leopoldina e Ubá.

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases