Pular para o conteúdo principal
Unipac
Web Certificados
Drogaria Santa Rita DecolaNet RÁDIO BRILHO CATAGUASES - MG

Câmara de Dona Euzébia rejeita parecer do TCEMG e aprova contas de 2014 do ex-prefeito Mazinho

Decisão aconteceu após o ex-prefeito apresentar defesa em plenário. Nesta quinta-feira (2), os vereadores de Dona Euzébia rejeitaram o parecer do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) e aprovaram as contas do ex-prefeito da cidade, Itamar Ribeiro Toledo, o Mazinho, referente ao exercício de 2014. No dia 12 de agosto, os vereadores realizaram uma votação para analisar o parecer do TCE, mas a mesma foi anulada pelo próprio TCE, devido a falta de quórum e a ausência de defesa do ex-prefeito. Na ocasião, a Comissão de Finanças havia acompanhado o parecer do TCE, mas após o comparecimento de Mazinho, dentro do prazo regimental, os vereadores aceitaram os argumentos, fazendo com que a maioria dos membros da comissão mudassem o voto, deixando os demais edis à vontade para rejeitar o parecer por 6 votos a 3. Não é a primeira vez que a Câmara de Dona Euzébia rejeita um parecer do TCEMG.  O fato já ocorreu em outras duas oportunidades, quando os vereadores rejeitaram o parecer do

Prefeitura de Cataguases faz balanço dos trabalhos após três grandes enchentes

Foram mais de mil pessoas atendidas pela Assistência Social e mais de mil toneladas de lama/terra recolhidas pelo Serviços Urbanos

A prefeitura de Cataguases divulgou nesta semana balanço das ações relativas às três grandes enchentes que ocorreram no Município, em um período de 40 dias, entre 25 de janeiro e 5 de março. 

Segundo a prefeitura, antes mesmo dos alagamentos do principal rio da cidade, a Prefeitura se antecipou e ativou seu plano de contingência, que já funcionou bem em outras oportunidades, ressaltando que em meio ao transtorno vivido pela população do município, a Prefeitura realizou diversas ações para minimizar ao máximo os danos causados pelas chuvas e pelas enchentes à população.

Para atender toda a cidade, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Serviços Urbanos, utilizou cinco barcos em suas operações, seis caminhões-pipas, duas escavadeiras hidráulicas, uma Patrol, 13 caminhões, duas máquinas carregadeiras, quatro retroescavadeiras, dois tratores e 50 caçambas de rua.

Entre as variadas ocorrências, a Secretaria atuou em 105 mudanças residenciais com remoção de móveis e 60 prestações de auxílio a moradores. Nas operações com barco, foram realizados 415 transportes e 60 resgates. Ao todo, foram executados 49 desobstruções de vias, sendo utilizados 76 caminhões para remover 1.150 toneladas de lama/terra. Conforme números da Secretaria de Serviços Urbanos, contabilizou-se 68 ocorrências de deslizamento de barreiras no município, 70% delas já desobstruídas. Além disso, foram detectadas 21 redes pluviais estouradas, sete pontes atingidas, incluindo a de Sinimbu, de responsabilidade do Governo Estadual, que acabou sendo interditada pelo prefeito Willian, após uma vitoria da Defesa Civil.

Ciente das necessidades de manutenção nas ruas da cidade, o prefeito Willian disse que tem buscado recursos federais para fazer a manutenção dos pontos danificados pela chuva. “Eu mantenho contato com o Coronel Lucas, Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, com quem tenho uma boa relação, para fazermos a manutenção de locais danificados em consequêncis das chuvas, como Vila Minalda, Avenida Meia Pataca e a entrada do bairro Ibrahim. O que acontece é que a cada enchente que sofremos, e tivemos quatro, contando com a do Ribeirão Meia Pataca, que foi de menor escala , no dia 28 de fevereiro, precisamos atualizar os novos dados no relatório, e isso atrasa todo o processo”, disse.

O prefeito completa falando sobre a retomada da Operação Tapa Buracos. “A partir da próxima quarta-feira, vamos retomar a Operação Tapa Buracos passando por toda a cidade, utilizando recursos próprios do município. Por meio de processo licitatório, já adquirimos o material betuminoso de uma empresa de São Paulo, com uma economia de 50%. Nesta semana também concluiremos o calçamento de duas ruas, uma no bairro Pampulha e outra na Granjaria”, concluiu.


Desenvolvimento Social

A Secretaria de Desenvolvimento Social realizou até o momento 1.085 atendimentos às vítimas das enchentes, que incluem solicitações de benefícios eventuais como o aluguel social, cesta básica, encaminhamento para as políticas públicas e distribuição de materiais de limpeza e higiene. Em regime de plantão nas três enchentes, a Secretaria também cuidou de outras atividades, como direcionar as pessoas desabrigadas ou desalojadas a abrigos provisórios.


Cemitério Municipal

As equipes da Secretaria de Serviços Urbanos retomou na última terça-feira, dia 10, os trabalhos de capina e limpeza no Cemitério Municipal. Os serviços já estavam sendo realizados, mas as consequências do último período chuvoso, incluindo a enchente, exigiram uma demanda muito grande dos servidores, que foram imediatamente deslocados para atender a situação emergencial. Durante os próximos 30 dias, a manutenção do cemitério será prioridade e intensificada.

Com informações e fotos da Prefeitura de Cataguases

Comentários

Anuncie Aqui Anuncie Aqui