Polícia Civil prende suspeito de cometer homicídio em Ubá

Na terça-feira (23/2), a Polícia Civil de Minas Gerais realizou o cumprimento de um mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem, de 32 anos, suspeito de praticar homicídio consumado, no município de Ubá, na Zona da Mata mineira, em maio do último ano. Após trabalhos investigativos, a ação foi deflagrada por policiais civis da Delegacia de Homicídios, com apoio da Delegacia Antidrogas da 2ª Delegacia Regional em Ubá. Na ocasião, a vítima, do sexo masculino, foi encontrada morta no interior da casa dela, no dia 23 de maio de 2020. Conforme informações do delegado Bruno Salles Mattos, o laudo pericial concluiu que o homem já se encontrava morto há, aproximadamente, 48 horas, a partir do encontro de seu corpo. Após incessante investigação, apurações indicaram que o crime teria ocorrido em razão do investigado ter pretensão de assumir o bar da vítima e de ficar com os pertences do local. “Uma suposta história de uma sociedade com a vítima foi apresentada. Entretanto, ninguém - ao l

Prefeitura de Cataguases faz balanço dos trabalhos após três grandes enchentes

Foram mais de mil pessoas atendidas pela Assistência Social e mais de mil toneladas de lama/terra recolhidas pelo Serviços Urbanos

A prefeitura de Cataguases divulgou nesta semana balanço das ações relativas às três grandes enchentes que ocorreram no Município, em um período de 40 dias, entre 25 de janeiro e 5 de março. 

Segundo a prefeitura, antes mesmo dos alagamentos do principal rio da cidade, a Prefeitura se antecipou e ativou seu plano de contingência, que já funcionou bem em outras oportunidades, ressaltando que em meio ao transtorno vivido pela população do município, a Prefeitura realizou diversas ações para minimizar ao máximo os danos causados pelas chuvas e pelas enchentes à população.

Para atender toda a cidade, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Serviços Urbanos, utilizou cinco barcos em suas operações, seis caminhões-pipas, duas escavadeiras hidráulicas, uma Patrol, 13 caminhões, duas máquinas carregadeiras, quatro retroescavadeiras, dois tratores e 50 caçambas de rua.

Entre as variadas ocorrências, a Secretaria atuou em 105 mudanças residenciais com remoção de móveis e 60 prestações de auxílio a moradores. Nas operações com barco, foram realizados 415 transportes e 60 resgates. Ao todo, foram executados 49 desobstruções de vias, sendo utilizados 76 caminhões para remover 1.150 toneladas de lama/terra. Conforme números da Secretaria de Serviços Urbanos, contabilizou-se 68 ocorrências de deslizamento de barreiras no município, 70% delas já desobstruídas. Além disso, foram detectadas 21 redes pluviais estouradas, sete pontes atingidas, incluindo a de Sinimbu, de responsabilidade do Governo Estadual, que acabou sendo interditada pelo prefeito Willian, após uma vitoria da Defesa Civil.

Ciente das necessidades de manutenção nas ruas da cidade, o prefeito Willian disse que tem buscado recursos federais para fazer a manutenção dos pontos danificados pela chuva. “Eu mantenho contato com o Coronel Lucas, Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, com quem tenho uma boa relação, para fazermos a manutenção de locais danificados em consequêncis das chuvas, como Vila Minalda, Avenida Meia Pataca e a entrada do bairro Ibrahim. O que acontece é que a cada enchente que sofremos, e tivemos quatro, contando com a do Ribeirão Meia Pataca, que foi de menor escala , no dia 28 de fevereiro, precisamos atualizar os novos dados no relatório, e isso atrasa todo o processo”, disse.

O prefeito completa falando sobre a retomada da Operação Tapa Buracos. “A partir da próxima quarta-feira, vamos retomar a Operação Tapa Buracos passando por toda a cidade, utilizando recursos próprios do município. Por meio de processo licitatório, já adquirimos o material betuminoso de uma empresa de São Paulo, com uma economia de 50%. Nesta semana também concluiremos o calçamento de duas ruas, uma no bairro Pampulha e outra na Granjaria”, concluiu.


Desenvolvimento Social

A Secretaria de Desenvolvimento Social realizou até o momento 1.085 atendimentos às vítimas das enchentes, que incluem solicitações de benefícios eventuais como o aluguel social, cesta básica, encaminhamento para as políticas públicas e distribuição de materiais de limpeza e higiene. Em regime de plantão nas três enchentes, a Secretaria também cuidou de outras atividades, como direcionar as pessoas desabrigadas ou desalojadas a abrigos provisórios.


Cemitério Municipal

As equipes da Secretaria de Serviços Urbanos retomou na última terça-feira, dia 10, os trabalhos de capina e limpeza no Cemitério Municipal. Os serviços já estavam sendo realizados, mas as consequências do último período chuvoso, incluindo a enchente, exigiram uma demanda muito grande dos servidores, que foram imediatamente deslocados para atender a situação emergencial. Durante os próximos 30 dias, a manutenção do cemitério será prioridade e intensificada.

Com informações e fotos da Prefeitura de Cataguases

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases