Após denúncia MP irá apurar descumprimento de protocolo na vacinação contra a Covid-19 em Cataguases

Vereador Rafael Moreira solicitou nome das pessoas que foram vacinadas, mas não foi atendido A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Cataguases, por meio da Promotora de Justiça Amanda Merlini Dutra Osipe, instaurou procedimento para apurar eventual descumprimento dos Planos Nacional e Estadual de Vacinação contra a Covid-19, pelo Município de Cataguases nesta sexta-feira (22). Conforme Nota Pública daquela procuradoria, enviada para a redação do Site Mídia Mineira, o objetivo de tal procedimento será apurar se pessoas que não se enquadram no grupo prioritário eleito pelas autoridades  sanitárias foram beneficiadas com a imunização. Confira a nota na íntegra no final da matéria. A administração terá 24 horas para enviar os seguintes documentos: Encaminhar a relação de pessoas que já foram ou serão imunizadas, indicando o nome completo e qual o grupo prioritário pertence; Informar quantas doses foram destinadas a cada grupo prioritário; Explicar se foi possível vacinar todos os idosos

Mulher abandona criança de 5 anos próximo a rodoviária de Cataguases

Uma mulher de 38 anos, abandonou uma criança de 5 anos na Rua Major Vieira, próximo a Rodoviária de Cataguases, no início da madrugada deste domingo (7).

A Polícia Militar foi acionada por volta da meia noite de sábado para domingo por um funcionário da rodoviária o qual relatou que uma testemunha teria lhe dito que uma mulher havia abandonado uma criança na calçada e se jogado no Rio Pomba. De pronto os policiais acionaram a Defesa Civil que realizou buscas e conseguiu encontrar a mulher escondida em uma das margens. 

Conforme o Registro da Ocorrência, a mulher contou para os policiais que estava viajando com seu filho de Rio das Ostras (RJ) para Teófilo Otoni (MG), que o teria deixado na calçada e saído com um homem desconhecido em direção ao matagal para conversar, mas que no local se escondeu do homem, sem dar maiores explicações. 

Os militares acionaram o conselho tutelar e enquanto aguardavam, a mulher fugiu em direção a mata. Buscas foram realizadas, mas ela não foi mais localizada.

A criança foi levada para exames no Pronto Socorro Municipal, acompanhada por um conselheiro tutelar e depois para o abrigo municipal.

O caso foi registrado como abandono de incapaz.

Comentários

Postar um comentário

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases