Covid-19: plano nacional de vacinação terá quatro fases

Proposta preliminar foi discutida em reunião realizada nesta terça-feira Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Agência Brasil O plano nacional de vacinação contra a covid-19 terá quatro fases. Em cada etapa serão atendidos determinados tipos de públicos, escolhidos a partir do risco da evolução para quadros graves diante da infecção, da exposição ao vírus e de aspectos epidemiológicos da manifestação da pandemia no país. A proposta preliminar foi discutida em reunião realizada nesta terça-feira (1º) com a participação do Ministério da Saúde e outras instituições, como a Fundação Oswaldo Cruz, o Instituto Butantan, o Instituto Tecnológico do Paraná e conselhos nacionais de secretários estaduais (Conass) e municipais (Conasems) de saúde. A primeira fase terá como prioridade trabalhadores de saúde, pessoas de 75 anos ou mais e idosos em instituições de longa permanência (como asilos), bem como povos indígenas. Na segunda fase a imunização será focada nos idosos de 60 a 74 anos. Pacientes a partir de 6

Cataguases e cidades da região registram saldo negativo de empregos formais segundo CAGED

A exemplo da microrregião que pertence, o município de Cataguases teve mais demissões que contratações formais no ano, aponta o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - CAGED. 

Segundo o cadastro, Cataguases contratou com carteira assinada durante 2018, 3.863 pessoas e demitiu 3.980, ficando com saldo negativo de 117 contratações. O cadastro não mede os empregos informais, sem carteira assinada.

Várias cidades próximas a Cataguases também fecharam o ano com saldo negativo, como Leopoldina que terminou com saldo de -217, Além Paraíba com -151, Muriaé com -157 e Dona Eusébia que teve -22 postos.  A boa notícia vem de Ubá que após perder 1.176 empregos em 2016 devido à crise no setor moveleiro, teve saldo positivo em 2017 com 221 novos postos e em 2018 com 977, demonstrando a retomada do setor.

Na microrregião de Cataguases, composta por 14 municípios, apenas Santo Antônio do Aventureiro e Pirapetinga fecharam o ano com desempenho positivo. Toda a microrregião perdeu 609 postos e o município com o pior desempenho foi Leopoldina com 217 postos a menos (confira na tabela abaixo).

Empregos com carteira assinada na microregião de Cataguases em 2018

Município Cidade
Santo Antônio do Aventureiro
20
Pirapetinga
10
Santana de Cataguases
-1
Argirita
-11
Itamarati de Minas
-12
Estrela Dalva
-12
recreio
-18
Laranjal
-19
Palma
-20
Dona Eusébia
-22
Volta Grande
-39
Cataguases
-117
Além Paraíba
-151
Leopoldina
-217
Fonte: CAGED

Cataguases tem 3.216 estabelecimentos com 15.388 pessoas contratadas. Para aumentar o número de postos de trabalho formais, o prefeito Willian Lobo anunciou na sexta-feira (18), por ocasião da inauguração da pavimentação do Bairro Jardim, que a indústria Cataguases de Papeis poderá voltar às atividades até abril, o que deverá gerar mais de 200 empregos formais. Também foi anunciada a parceria do município com a Faculdade Sudamérica que assumirá as instalações do antigo IDAIC, gerando empregos diretos e indiretos nos setores imobiliário e comercial.

Comentários

Banner cadastramento cartão SUS Campanha Mídia Mineira para o uso de máscaras DJ Fábio Dias Cataguases